sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Contagem Regressiva...

... Para as férias!!!

Graças a Deus! Livre novamente!
E dessa vez não será como as últimas. Não mesmo!
Fico contando as horas, os minutos...
As gavetas do escritório já estão arrumadas. Quilos de papéis inúteis já foram para o lixo. A pilha de "pendências" em cima da mesa já deu uma boa diminuída. Falta terminar um monte de coisas que prometi pra mim mesma que faria até o final deste dia, mas...
Como todo ano é igual, não vou fazer!
No MSN poucos sobreviventes...
Os amigos mais loucos já estão na "curtição".
Eu resisto bravamente aos meus compromissos, mas não consigo parar de pensar na Fatia de Braga que vou comer mais tarde...
As passagens já estão compradas, a mala já está pronta, a casa já está toda "organizada", falta pouco.

Do ano que passou vão ficar algumas lamentações. 2007 não foi nem de longe o melhor ano da minha vida. Na verdade um "detalhe" acontecido nos meiados do ano provocou em mim a sessão de que acordei de 3 anos e meio hibernação. Não vou sentir saudade de nada deste período, já que na "balança", nada me foi acrescentado. Não houve a evolução da espécie.

Contudo há muito o que agradecer. Muitas conquistas, muitas vitórias, muitas gargalhadas!

  • Resgatei o meu "crescimento espiritual";
  • Tive a certeza que só mesmo Deus é tudo na minha vida;
  • Vi que sou muito mais forte do que eu imaginava que fosse;
  • Assumi todos e mais alguns compromissos financeiros, que me deixam de cabelo em pé agora, mas que serão motivo de muita alegria e tranquilidade no futuro;
  • Redescobri amigos verdadeiros, que sabem olhar nos olhos;
  • Eliminei tudo que era falso, e negativamente carregado, e não sinto nenhuma falta, muito menos saudade;
  • Descobri o Teatro Mágico, Fernando Anitelli, Maíra Viana e todas as sua "folias";
  • Descobri a Roda de Samba do Salim (Tem gringo sambando no bar do turco!), e tudo mais que veio junto: os meninos, as meninas, o Cenário...;
  • Descobri que um mísero nariz de palhaço faz a diversão de muita gente grande!;
  • Fiz novas amizades;
  • Fiz amizades virtuais de todos os tipos... e com todos os resultados! Ui!;
  • Descobri o Vigilantes do Peso e nunca me senti tão bem, fisicamente, na vida;
  • Foram muitas sentadas nos "bares da vida";
  • Muitos almoços "fraternos";
  • Uma ou duas tentativas de "enculturamento" no Sarau das terças, mas muitos "enlatados" divertidos;
  • O resgate da "segunda quinta-feira do mês";
  • A extensão da "terça na terça" que acabou virando: todo dia é dia;
  • Alguns "Cultural"... Alguns "La Rocca"...;
  • Uma amizade verdadeira no trabalho;
  • Uma vontade louca de ainda viver muito! E ser muuuuuuuito feliz!

Daí, vai chegando o finalzinho do ano, minhas últimas horas conectada (porque até o computador merece o meu descanso!) e toda a vontade de que 2008 seja "redondinho". Vai dando uma vontade de agradecer porque finalmente 2007 vai embora. Uma vontade de cantar... de sair cantando... de sair abraçando todo mundo pela frente... Um sorriso bobo já aponta no meu rosto, já não consigo mais despistar. Já era! Agora é só folia!

Enfim... "do salto eu não vou descer, da luta eu não vou me retirar!"

Estou pronta! Vamo que vamo!

Toda Forma de Amor

Eu não pedi pra nascer
Eu não nasci pra perder
Nem vou sobrar de vítima
Das circunstâncias

Eu plugado na vida
Eu curando a ferida
Às vezes eu me sinto
Uma mola encolhida

Você é bem como eu
Conhece o que é ser assim
Só que dessa história
Ninguém sabe o fim

Você não leva pra casa
E só traz o que quer
Eu sou teu homem
Você é minha mulher

E agente vive junto
E a gente se dá bem
Não desejamos mal
A quase ninguém

E a gente vai à luta
E conhece a dor
Consideramos justa
Toda forma de amor

Um comentário:

maria! disse...

Linda! Esse não incomodou não! Emocionou...