quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Do outro lado...


Não!
Agora entendi tudo!
Eu é que estou errada!
O mundo está todinho certo. Eu que devo ter acordado invertida.
E eu... Bobinha! Querendo lutar contra a minha cabeça!
Pra quêeee?!
Entra no embalo do mundo e vamos nessa!
Enfim, não dá nem pra comentar...
Como se não bastasse tudo que está acontecendo ao meu redor, ao vivo e a cores!, vou navegar num blog que sou fã - 02 Neurônio - e a Jô (A Jô, gente! Ainda bem que não foi a Nina, senão eu cortava os pulsos!) vem falar sobre "compensações" e narra um episódio de que "alguém" pode se sentir a mulher mais feliz do mundo sendo compensada por um sexo matinal, mesmo que esse sexo seja com um cara que te ignorou na noite anterior por ter prefirido ficar "nas saideiras" com os amigos e deixou você voltar sozinha (e puta!) pra casa.
Claaaaaro! Eu tô viajando!
Anda, Ana!
Volta!
Volta pro lado de cá do espelho!
Essa é boa! Acho que nunca falei sobre isso. Mas quando eu era pequena eu ficava horas e horas na frente de um espelho grandão que tinha em cima da penteadeira do quarto dos meus pais imaginando que do outro lado do espelho era um outro mundo. Todo igual ao nosso, mas tudo ao contrário! Eu adorava me imaginar lá outro lado.
Só que agora eu estou me sentindo lá... Do outro lado do espelho...
Mas com a cabeça no lado de cá... Ou o contrário...
E não gosto dessa sensação...
Quero o meu mundo de volta...

Um comentário:

ju... disse...

ADOOOOOOURO!!!!!
Mto...


Saudades!